https://www.maxfranco.com.br/provocacoes/3909/

Meio copo

01 de julho, 2021 - por Max Franco

Meio ano já foi.
Copo meio cheio ou meio vazio?
Tudo depende do olhar e do que falam os sentimentos.
Você o que fez?
Você perde seu emprego e ganha peso.
Você fica só.
Você não vai e não volta.
Você amanhece e anoitece na mesma.
Você mastiga ansiedade no café, medo no almoço e angústia no jantar.
Você olha para ontem e vê. Mas olha para amanhã e cega.
Você extravia seu futuro. O bonde passa. Sua empresa quebra. Suas costas estão partidas. As asas despencaram do céu e deixaram você por lá.
Você engole a pílula, engasga e sufoca as lágrimas.
Você quer gritar ajuda, mas não sabe a quem.
Você sabe que não há nada mais que possa ser dito.
Todo dia, uma mão pior, e você só quer atirar as cartas pela janela. Você quer outras cartas. Você quer novos dias. Um dia bom. Ao menos um. Um gol a favor, por que não? Nem que seja por acaso, algo azul pode lhe cair no colo. Porém, nada de azul, só cinza. Azul não cai. Azul se cria. Às vezes.
Você quer queimar as cartas. Ninguém lhe julga mal por isso. Ninguém está muito distante desses lugares.
Se você se sente assim, significa que você está vivo e lúcido.
São os nossos tempos. Tempos temporais.
Porém se você sente é porque está vivo.
Então, você continua vivo. Respira. Engana a dor e luta. Cria músculo na alma de tanto remar contra a corrente de tudo.
Amanhã de novo.
Se está vivo, viva.
O copo está meio vazio e meio cheio.
Mas ainda há copo.
Pode ser uma imagem de bebida e corpo d'água
3Francisco Parobé, Cleiton Reichwald e 1 outra pessoa
1 comentário