Aprendizagem por Metodologias ativas

14 de fevereiro, 2018 - por Max Franco

Tenho que confessar: eu não acreditava em metodologias ativas para a aprendizagem. Acreditava que não haveria sobre a Terra nenhuma metodologia que pudesse me substituir na hora de expor um conteúdo que dominasse.  Arrogância? Das melhores. Já me acusaram de muita coisa, menos de humildade aguda.

Porém, não há como crescer sem se admitir falho. Não há como evoluir sem pensar e sem se pensar.

Foi na viagem para os países do norte da Europa que vi pela primeira  vez como as metodologias ativas podem ser aplicadas de maneira eficaz. Sem fundamentalismos. Sem “politicamente corretos”. De forma eficiente no cotidiano de cada aluno e professor. Uma abordagem que não “alivia” para o aluno que aprende até mais do que aprendia com métodos conservadores.

Desde 2014, portanto, tenho me aprofundado no tema e cheguei, inclusive, a desenvolver um curso de pós-graduação em Metodologias ativas, no Instituto Brasileiro de Formação de Educadores (IBFE), que está funcionando desde 2018 em várias cidades brasileiras.

 

– Você sabe planejar as suas aulas usando metodologias ativas?