Workshop na Share RH

23 de julho, 2017 - por Max Franco

Neste dia 22 de julho, tive o privilégio de realizar treinamento à convite da renomada empresa de RH de Campinas, a Share RH, com aplicações do Storytelling na carreira. Foi um excelente momento de crescimento profissional e de troca de conhecimentos.

Muitos sabem que o vocábulo trabalho é oriundo do latim tripalium, termo formado pela junção dos elementos tri, que quer dizer “três”, e palum, que significa “pau” ou “madeira”.

Tripalium era um instrumento de tortura formado de três estacas de madeira afiadas que era muito comum  em tempos remotos na Europa. É o famoso tridente. A arma do diabo.

A rigor, portanto, etimologicamente, “trabalhar” é a mesma coisa de ser “ser torturado”.

No sentido original, os escravos, pilhados em batalhas, e os pobres, que não podiam pagar as suas dívidas, eram os que sofriam as torturas no tripalium. Na antiga Grécia, por exemplo, eram aqueles que trabalhavam, que fazim as tarefas braçais. Somente trabalhava naquele tempos aquelas pessoas destituídas de condições financeiras.

A partir do latim, a expressão gerou, no francês, o termo “travailler”, que significava “sentir dor” ou “sofrer”. Com o passar do tempo, o sentido da palavra passou a significar “fazer uma atividade exaustiva” ou “fazer uma atividade difícil, dura”.

Sabemos que o ócio é o mundo da contemplação.
Já o negócio é a negação do ócio, é o “nego o ócio”.
Infelizmente, no mundo atual não há tanta gente assim que possa se dar ao luxo de apenas contemplar a vida. A maioria tem mesmo é de trabalhar e de trabalhar da melhor forma possível, porque a competitividade não está pequena.
– Como podemos aumentar o nosso repertório para melhorar a nossa atuação no mundo dos negócios? Esta foi a pergunta que norteou o trabalho (o qual, espero que não tenha sido uma tortura) neste belo dia de outono na também bela cidade de Campinas. Até a próxima oportunidade!