A mensagem extraterrestre

26 de abril, 2017 - por Max Franco

Se eu fosse um ET, como eu faria para lhe abduzir melhor?

Lógico que contaria uma história!
Não seria, porém, uma historinha comum dessas que se escuta na feira ou em qualquer lugar ordinário. Não seria uma história contada por algum político, por exemplo. Afinal, sabemos que os vossos políticos mentem como respiram. Ou, talvez, até mintam mais do que respirem.
(Os nossos, nós incineramos faz séculos. Vivos!) A história começaria descrevendo o meu planeta. Eu moro no planeta XP231 da galáxia Zuon. É um bocado distante da vossa Terra, mas desenvolvemos um engenhoso sistema de teletransporte que nos permite acessar o seu planeta em poucos segundos. Nave espacial, não usamos faz tempo. Por isso, parem de nos procurar no céu. Na verdade, parem de nos procurar, porque nós sabemos nos camuflar muito bem. Há, inclusive, vários zuonenses que vocês confundem com terráqueos, mesmo estando na cara que não são como vocês. Posso citar apenas alguns (porque são obviamente extraterrestres): Charles Chaplin, Beethoven, Exupery, Fernando Pessoa e, é claro, vocês já notaram, certo jogador argentino que faz sucesso na Espanha.
O meu planeta é três vezes maior do que o de vocês. Por isso, demorou mais a ser destruído. Vocês vão conseguir o armagedon que tanto buscam em bem menos tempo. A nossa única vantagem foi que conseguimos desenvolver a tecnologia para nos transportarmos para diversas latitudes longínquas do universo. Estamos colonizando planetas faz já alguns milhões de anos. A técnica de povoamento começa com o desenvolvimento de matrizes biológicas unindo o nosso DNA ao de seres nativos. Ah, agora você entendeu! Isso mesmo! Somos seus tatataravós. E você acreditando em Adão e Eva. Por sinal,  o Genesis todo é uma história que nós criamos. Você já ouviu falar de Storytelling? Pois é. Nós somos os melhores storytellers do universo. Sabia que cada planeta tem o seu Adão e a sua Eva? Moisés? Claro, também! E muitos outros. Nem vou enumerar para você não ficar traumatizado.
Por que estou lhe contando tudo isso? Simples. Temos outro planeta para domi…povoar. E estamos precisando de braços. De gente saudável e corajosa para nos ajudar nesta nova colonização. Garantimos sustento, pagamento de horas-extras, assistência médica, tickets refeição e passagens de ida e volta uma vez por década. Se quiser, pode levar a família. Principalmente, se forem jovens, robustos e dedicados ao trabalho. É importante mencionar que haverá um bônus bastante atraente para os voluntários aos testes de laboratório. Caso seja do seu interesse, basta enviar mensagem para o email abaixo. Pode enviar pelo whatsApp, se preferir.
Queremos enfatizar que o nosso tipo de povoamento é puramente pacífico. Não deem ouvidos aos perversos comentários que apontam que fomos nós os responsáveis pelo cataclisma que deu fim aos dinossauros (raça asquerosa!) ou que fomos nós, que absurdo, que providenciamos os desaparecimentos dos neandertais. Nós nem estávamos nas circunvizinhanças quando estes eventos aconteceram. É uma injúria e difamação.
A verdade é que estamos mais para o E.T. , do Spielberg, do que para o Alien, do Ridley Scott. Pode perguntar a ambos, até que pelo fato de serem – eles mesmos – extraterrestres da melhor reputação.
Estamos divulgando esta abertura de vagas no linkedin até o fim do próximo mês. O processo de recrutamento e seleção ocorrerá até o fim de julho. Queremos começar a inva… as viagens ainda neste ano. Prometemos que assim que o nosso departamento militar estiver com o seu arsenal pronto, começaremos as expedições. Será um imenso prazer ter a sua companhia.

Atenciosamente,

Recursos zuonenses

rz@abuducao.com.zn