Educação inovadora x Educação tradicional

21 de maio, 2018 - por Max Franco

Apesar do tema já ter se tornado uma espécie de café requentado, de tão revisitado, não poderia deixar de trazer alguma reflexão sobre alguns problemas gerados pela nossa educação tradicional. De fato, temos um sistema educacional do século XIX, professores do século XX e alunos do século XXI. Este anacronismo cobra um preço alto de todos os atores envolvidos nesta peça. O sistema é capenga. Os educadores ficam frustrados. Os alunos, desassistidos, apresentam uma perfomance abaixo das suas potencialidades. É tudo um grande desperdício.

Como podemos mudar este roteiro incoerente?

Só vejo uma possibilidade: precisamos formar os professores para o futuro. Afinal, se não somos nós que temos nas mãos os mecanismos para girar esta roda, somos nós que estamos no front, na linha de frente. Precisamos entregar aos alunos aquilo que precisam e não o que o sistema nos obriga. Mas, não estou falando de conteúdo estritamente. Falo mais do “como” do que do ” o quê”.

Precisamos mudar nosso métodos para alcançar novos fins. Precisamos pressionar as engrenagens para que o sistema mude. Para que – enfim – possamos todos atuar afinados, integrados, sincronizados no mesmo tempo. E este tempo é agora.

Confira o comentário no:

Metodologias ativas na Educação