As recompensas na Jornada do Aprendiz

05 de janeiro, 2018 - por Max Franco

“Para Campbell, é comum que o herói seja submetido a um grande embate e saia com um prêmio qualquer. Ele enfrenta o dragão que guarda um tesouro. Ele supera um rival e salva a princesa. Ele ganha a luta e sai com a recompensa. Depois de vencida a peleja, ele retorna ao seu lar com o prêmio nas mãos. É o que ocorre com o Hobbit, de Tolkien. Bilbo Bolseiro vence o dragão Smaug e volta para o condado muito rico. Ele ainda traz o famoso anel e a espada élfica, os quais acabarão passando para as mãos de outro hobbit, Frodo, dando início à outra célebre jornada.

No mundo da Educação, a fase do Monomito mais fácil de se enxergar talve seja a etapa da Recompensa. Afinal, quando você supera todas as dificuldades impostas para a obtenção do conhecimento, ele mesmo é o troféu que você carrega depois do páreo. É claro que este fenômeno pode se materializar e se tornar visível em notas escolares, aprovações em exames, vitórias em concursos e conclusões de graduações, especializações, mestrados e doutorados. Entretanto, o primeiro ganho que o estudante percebe quando aprende é sempre o próprio conhecimento. Esta medalha não enferruja, nem acumula poeira, nem, jamais, perderá o seu valor.”

Do livro “Storytelling e suas aplicações no mundo da Educação”